Corpos-Territórios no enfrentamento às violências econômico-financeiras causadas pela mineração

08/03/2022, às 10:23 (atualizado em 14/03/2023, às 14:09) | Tempo estimado de leitura: 1 min

Entre 2020 e 2021, um grupo de mulheres dos municípios de Canaã dos Carajás, Marabá e Parauapebas, localizados entre o sul e o sudeste do Pará, se reuniram em rodas de conversas para falar sobre as violências econômico-financeiras causadas pela mineração.

Nesse período, leram e discutiram abordagens feministas sobre ecologia política como reflexão-ação de mulheres diversas e como práticas de luta e resistência em defesa da vida e da natureza, no contexto de territórios pressionados por megaprojetos de mineração.

Este informativo é fruto desta prática política coletiva de formação de saberes e conhecimentos e sistematiza uma visão feminista sobre os impactos da mineração.

Assista ao vídeo:

Downloads

Corpos-Territórios no enfrentamento às violências econômico-financeiras causadas pela mineração

Download

Categoria: Publicação
Compartilhe

Conteúdo relacionado

  • Foto: Renata Sembay / ARAYARA.org
    Expansão do gás fóssil compromete transiçã...
    O Brasil continua investindo no aumento da demanda…
    leia mais
  • NOTA TÉCNICA | Transformação ecológica, F...
    Já é um consenso global de que é…
    leia mais
  • Foto: Inesc | Tatiana Oliveira
    Em meio a catástrofes ambientais, Brasil i...
    Como parte do processo de negociações do clima,…
    leia mais
  • Foto: Felipe Beltrame
    Ferrogrão: mais de 49 mil km² podem ser de...
    A Aliança #FerrogrãoNão, composta por mais de 30…
    leia mais
  • Nota pública | Enchentes no Rio Grande do ...
    O Inesc (Instituto de Estudos Socioeconômicos), organização que…
    leia mais

Cadastre-se e
fique por dentro
das novidades!