Relatório de missão que investigou violações de direitos da população indígena no Sul é apresentado no CNDH

18/08/2016, às 16:57 | Tempo estimado de leitura: 2 min
Documento será usado para cobrar providência do Poder Público contra as muitas violações dos direitos humanos promovidas contra comunidades indígenas.

O relatório do Grupo de Trabalho sobre os Direitos dos Povos Indígenas e das Comunidades Quilombolas da Região Sul foi apresentado na última sexta-feira (12/8) na reunião do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH), confirmando muitas das denúncias encaminhadas ao órgão, com a localização de boletins de ocorrência, inquéritos, pedidos de habeas corupus para lideranças indígenas, registros audiovisuais pelas comunidades agredidas e relatórios de servidores públicos, entre outros documentos.

Para Adelar Cupsinski, assessor jurídico do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e coordenador do GT, o objetivo é fazer um diagnóstico da situação e, a partir dele, ter mecanismo para cobrar uma solução das autoridades públicas por essas muitas violações dos direitos humanos.

A Relatora de Direitos Humanos e Povos Indígenas da Plataforma Dhesca, Erika Yamada, integrou a comissão que realizou a missão. Foram realizadas visitas de trabalho nos três estados – Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

Saiba detalhes sobre a apresentação do relatório e seu conteúdo no boletim da Plataforma de Direitos Humanos (DHESCA Brasil).

Categoria: Notícia
Compartilhe

Conteúdo relacionado

  • Inesc lança analise sobre PL que propõe re...
    A regulamentação do mercado de carbono no Brasil…
    leia mais
  • Sistema brasileiro de comércio de emissõe...
    O objetivo deste relatório é analisar a proposta…
    leia mais
  • 6ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, em Brasília. Foto: Geovanna Ataides
    Combate às mudanças climáticas deve ser pr...
    Entre os dias 11 e 14 de dezembro…
    leia mais
  • Gastos com educação nos estados e no DF (2...
    Neste estudo, o Inesc analisa os gastos com…
    leia mais
  • Empresas de energia eólica exploram comuni...
    Um recente estudo do Inesc (Instituto de Estudos…
    leia mais

Cadastre-se e
fique por dentro
das novidades!